Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Todas as notícias > Brasil vai debater acordos de cooperação em cúpula Mercosul-Aliança do Pacífico

Notícias

Brasil vai debater acordos de cooperação em cúpula Mercosul-Aliança do Pacífico

Pelo menos dois acordos de cooperação devem ser assinados durante encontro de países integrantes do Mercosul e da Aliança do Pacífico, na próxima terça-feira (24)
por última modificação: 23/07/2018 11h46
Foto: Social Mercosul

O Brasil participará, na próxima terça-feira (24), da primeira reunião entre presidentes do Mercosul e da Aliança do Pacífico, em Puerto Vallarta, no México. Durante o encontro, os países devem assinar pelo menos dois acordos de cooperação, sendo um deles entre o Mercosul e a Colômbia, no âmbito de comércio de serviços, e o outro entre Brasil e México, sobre assuntos aduaneiros. Dos países da Aliança do Pacífico, o México é o único que não possui um acordo de comércio com o Brasil.

De acordo com o subsecretário-geral da América Latina e Caribe, embaixador Paulo Estivallet, está sendo elaborado um plano de ação entre os presidentes do Mercosul com a Aliança do Pacífico, com pontos de facilitação de comércio e serviços, além de questões de pequenas e médias empresas. Segundo ele, o Brasil espera que sejam aprofundadas discussões sobre possíveis acordos envolvendo a área de comércio digital, com questões que vão de serviços a direito do consumidor.

Na próxima segunda-feira (23), Michel Temer vai se reunir com presidentes dos países do Mercosul e também da Aliança do Pacífico em jantar oferecido pelo presidente do México, Enrique Peña Nieto.

Blocos

Fazem parte da Aliança do Pacífico o Chile, a Colômbia, o México e o Peru. Já o Mercosul é formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. O diálogo formal entre os dois blocos foi iniciado em novembro de 2014. Juntos, os integrantes do Mercosul e da Aliança do Pacífico respondem por cerca de 90% do Produto Interno Bruto (PIB) e dos fluxos de investimento externo direto na América Latina.

Encontros

Durante a cúpula, será debatida a "Visão Estratégica para 2030" para orientar a definição de metas do bloco, em linha com os objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Também serão realizados eventos paralelos, além da reunião com o Mercosul, como o quinto encontro empresarial, a reunião da Comissão Interparlamentar e a reunião da Comissão de Livre Comércio.

Fonte: Planalto, com informações do Itamaraty.